top of page
  • Foto do escritorprojetacomunicacao1

Preciso repor T3?

O T3 é um dos hormônios produzidos pela tireoide, junto com o T4. Contudo, ao tratar o hipotireoidismo, optamos pela reposição apenas do T4. Mas por que essa escolha?



Cerca de 80% do T3 em nosso corpo resulta da conversão do T4. Assim, a administração de T4 geralmente é suficiente.



O T4 é uma molécula mais estável, simplificando o tratamento com uma única dose da medicação por dia. O T3, em contrapartida, exigiria 2-3 doses diárias para alcançar níveis hormonais adequados.


O T4 passa pela conversão em T3 antes de atuar nos receptores hormonais, o que funciona como um mecanismo adicional de segurança contra o excesso hormonal.


O T3, por outro lado, age diretamente no coração, sistema nervoso e metabolismo, sendo potencialmente fatal em excesso.



Por essas razões e pela ausência de um T3 regulamentado e produzido comercialmente no Brasil, o tratamento convencional para o hipotireoidismo se baseia unicamente no T4.



Entretanto, aproximadamente 10% dos pacientes podem apresentar sintomas residuais ou falhas na conversão por alguma deficiência de enzimas. É possível que, para esse grupo, tenhamos futuramente medicamentos baseados também na reposição de T3.



Portanto, atenção! Formulações combinadas de T3+T4 sem uma indicação precisa podem representar riscos à saúde.


3 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page